sexta-feira, 10 de outubro de 2014

SEGREDO

Vai e vem,

vem e vai,  

como outras...
                       não mais 

Afoita não quero.
                                
                                   Não destruas!

comtemplo a espumante, 
                                               com os seus amantes!




Weliton Alves Gabriel
Postar um comentário